As músicas do Hamen foram inspiradas na literatura de Arthur C. Clarke

Cada música, uma história e um personagem. Cada música, um pequeno mundo a ser descoberto. É a partir desta ideia que nasce Unreflected Mirror, disco de estreia da Hamen. A banda é formada por Monica Possel (voz), Cadu Puccini (guitarra), Matheus Maia (baixo) e Gabriel Pedroso (bateria).

No novo trabalho produzido por Matheus Maia, a banda une ficção científica e melodias orquestradas nas 12 faixas. Considerado um dos maiores guitarristas brasileiros, Marcelo Barbosa (Almah, Angra), participou do disco na faixa “The Life Has Passed”. O álbum encontra-se disponível nas principais plataformas de streaming e em formato físico.

“A ideia sempre foi fazer com que o ouvinte pudesse emergir em um conto. Ou até mesmo imaginar a história de um livro ou um filme. É como uma série de 12 episódios e, em cada um deles, os personagens são apresentados. Sua evolução é contada pelas letras e as emoções atenuadas pela trilha sonora”, explica Monica Possel.

Também é inspirado no conceito do mundo pós-moderno. As músicas falam de pessoas que vivem atrás da máquina, em uma vida acelerada e sem propósito. Voltada para sentimentos egoístas de crescimento e busca pelo poder, a vida perde sentido, levando a autodestruição.

Principal letrista da Hamen, Monica fala sobre a inspiração para as canções. “Inspirei-me muito na obra de ficção científica do Arthur C. Clarke. Todas as músicas têm uma variação destes temas. Seja a busca pelo inalcançável, pelo poder ou pelo desconhecido. O ser humano quer estar sempre a frente e, nessa eterna busca, perde a chance de se conhecer, de viver mais e melhor”, analisa.

Ouça Unreflected Mirror:

LEIA TAMBÉM: Legacy of Kain: lança single com participação de Fernanda Lira do Nervosa

Confira mais notícias sobre: