Conheça a banda Death Valley Stones, mistura de rock progressivo e heavy metal

Maio de 2019 marca a estreia fonográfica da banda brasileira Death Valley Stones.

Formada por Fabiano Vênkoff, Libero Dietrich e Pedro Alzaga, a banda iniciou suas atividades em 2013 na cidade de Santo André, no ABC Paulista.

O EP se chama The Regent e traz “Trance”, suja e sincera, sintetizando a personalidade corrosiva da banda. “Pathetic” é puro sarcasmo, e tem como pano de fundo uma crítica bastante ácida às pressões sociais. “Hollow” e “Manumission” cospem o amargo da vida na cara da própria vida. E por fim “Existence”, que é tão cruel quanto o próprio nome, um espetáculo de desespero na sua performance mais calorosa.

O som é uma mistura dos anos 90 com riff’s de rock progressivo e heavy metal. Um choque cultural enfurecido pelo vocal excêntrico, meio áspero, meio adocicado, visceral. Com letras cortantes, fazendo bom uso da metáfora, mas sem perder o deleite do velho “gancho de direita”. Rush, Nirvana, Primus, Pantera e Iron Maiden são algumas das referências da banda.

Conheça o trabalho da banda abaixo:

LEIA TAMBÉM: Nudz prova que o rock brasileiro está vivo em EP The Watcher

Confira mais notícias sobre: