Nick Cave relembrou os tempos em que viveu no Brasil ao lamentar o possível fechamento da Mercearia São Pedro, bar e mercearia localizado no bairro Vila Madalena, em São Paulo, e conhecido por ser ponto de encontro de escritores e artistas. 

Na década de 1990, o cantor tinha residência na rua do estabelecimento e se tornou frequentador cotidiano do local ao lado da então namorada e do filho Luke, com cerca de dois anos de idade na época.

Em publicação no site The Red Hand Files, o artista relembrou os bons momentos vividos na mercearia. “Acho que escrevi algumas letras nesses tempos, [como] “The Ship Song” , “Papa Won’t Leave You, Henry” e “Foi Na Cruz”, mas geralmente eu apenas ficava sentado, fumava e bebia cerveja e conversava com Luke”, narrou. “Aqueles dias em São Pedro eram simples e bons. Foram os melhores tempos”. 

Ao final da carta de amor aos momentos vividos ali, Nick Cave demonstrou tristeza. “Um  pedaço da alma da Vila Madalena será perdida quando eles demolirem aquele lugar, e um lugar da minha também”, concluiu. “Então eu digo adeus ao Mercearia São Pedro, o melhor bar do mundo, e digo obrigado ao Pedro [fundador], pela gentileza que ele sempre demonstrou com meu pequeno garoto, Luke”. 

A notícia do possível fechamento da Mercearia São Paulo foi divulgada na última quarta-feira, 18, por um dos filhos do fundador do bar e co-proprietário do estabelecimento. De acordo com a Folha de S. Paulo, “o motivo seria a venda do espaço para uma construtora, que usaria o terreno para um empreendimento imobiliário”. O irmão e sócio nega que o local encerrará as atividades. 

LEIA TAMBÉM: Nick Cave sobre separar arte do artista: “Podemos nos maravilhar com a jornada milagrosa da obra”

Tags:
Categorias: Notícias