Dee Snider relembrou diversas histórias com bandas e artistas lendários do rock n’ roll em recente entrevista à Louder Sound. Após narrar os detalhes da briga com Manowar, o cantor falou sobre a época em que Twisted Sister estava em turnê com Metallica como banda de abertura. 

A oportunidade de abrir para a banda de Snider foi uma das primeiras grandes chances do Metallica, que na época ainda contava com Dave Mustaine e Cliff Burton na formação e se apresentava pela primeira vez em casas de shows para mais de três mil pessoas. 

LEIA TAMBÉM: Keith Richards odeia heavy metal: “Metallica e Black Sabbath são ótimas piadas”

Em 1984, a parceria se repetiu na Stay Hungry Tour. “Chegamos a uma pequena cidade na Holanda e ficamos surpresos ao ver um pôster anunciando o nome do Metallica acima do nosso. Eu disse ao meu empresário de turnê: ‘Metallica é claramente o headliner. Vá e diga a eles que vamos abrir para eles hoje à noite’”, contou Snider. 

A princípio, a banda recusou a oferta, pois consideraram a atitude do Twisted Sister suspeita. “Eventualmente, eu os convenci de que não era um truque, e naquela noite eu pude assistir ao show deles. Lembro-me de dizer a alguém: ‘Esses caras têm muito coração, mas não vão dar e nada’”, relembrou. 

Ao narrar a história, Dee Snider explicou o motivo para pensar daquela maneira na época – e, de forma alguma, era alguma dúvida do potencial do Metallica. “Eu achava que o Metallica era muito pesado e não havia como a sociedade aceitar isso”, explicou.

LEIA TAMBÉM: O dia em que Dee Snider escutou Cannibal Corpse pela primeira vez: “Joguei aquela coisa no lixo”

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *