O cantor da banda Slipknot fala sobre suas máscaras mais desconfortáveis e sua favorita

Em entrevista recente com a revista Kerrang!, Corey Taylor, frontman do Slipknot, revela as máscaras mais desconfortáveis que usou durante shows. Infelizmente, cantar heavy metal usando máscaras pesadas cria diversos problemas, como o aumento da temperatura e a perda parcial da visão.

“A pior foi minha máscara original com dreads” declara Taylor. “Qualquer máscara que cobre o rosto inteiro dificulta muito [a performance]. Quando se está usando meia-máscara ou qualquer merda você pelo menos não se sente cantando em um banheiro químico. Mas quando a máscara é inteira fechada, você coloca essa touca gigante de borracha e é muito ruim. Então essa é a pior, além da máscara de Iowa, porque são basicamente variações da mesma coisa” continua o cantor.

“Certamente a máscara do Vol. 3 foi a mais confortável. Mas foi a mais difícil de usar e cantar ao mesmo tempo também. Sempre garanto que a borracha não está cobrindo minha boca, para que eu consiga encostar o microfone nela” complementa.

Confira também a declaração do cantor revelando que Slipknot planeja lançar novo álbum em 2019

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *