A Universal Music Group anunciou na última segunda, 23, um acordo com o Aerosmith, o que a torna detentora de todo o catálogo da banda, antes responsabilidade da Sony Music.

Agora, a empresa tem acesso a todas as gravações do grupo, inclusive um arquivo pessoal de Steven Tyler, Joe Perry, Tom Hamilton, Joey Kramer e Brad Whitford chamado de “Vindaloo Vaults”.

Em termos de negócio, a UMG também passa a controlar os projetos musicais futuros da banda, além do merchandising. A empresa tem em suas mãos também a responsabilidade de uma curadoria de lançamentos de músicas inéditas, fotos raras e outro registros como peças de arte, jornais, setlist, entre outros colecionáveis.

Segundo informações de Joey Perry (via Consequence), a empresa ainda irá trabalhar com o Aerosmith para desenvolver um novo filme, assim como outros projetos em diferentes mídias como televisão. “Tem sido uma longa jornada, mas estou extremamente feliz e orgulhoso por dizer em nome do Aerosmith que nós conseguimos reunir nossos 50 anos de música sob apenas um teto ao nos tornarmos parceiros da UMG.”

“Isso permite que a gente leve nossa música até os fãs de formas que nunca foram possíveis antes. É algo que a gente sempre sonhou durante muito tempo. É uma vitória para o Aerosmith, UMG e também para os nosso fãs. Nem é preciso dizer que estamos muito animados. É uma maneira incrível de celebrar os 50 anos e os tantos outros que estão por vir.”

Os planos de comemoração dos 50 anos da banda foram cancelados em 2020 devido a pandemia, então agora o Aerosmith deve retomá-los com a Universal.

LEIA TAMBÉM: Músico impressiona ao tocar “Dream On” na guitarra e teclado ao mesmo tempo; assista

Categorias: Notícias