“É um desrespeito à memória dos sobreviventes do holocausto e de quem lutou por isso”, disse

O vocalista do Slipknot, Corey Taylor, criticou as pessoas que negam fatos históricos como o holocausto.

No twitter, Taylor escreveu, “Eu vou dizer isso para os filhos da puta escondidos. Só porque você não acredita que algo é real, não quer dizer que realmente não seja”.

Continuou, “Negar algo como o Holocausto, ou a escravidão é um desrespeito à memória dos sobreviventes e de quem lutou por eles.”

LEIA TAMBÉM: Slipknot: criador da máscara de Corey Taylor fala sobre críticas

Confira mais notícias sobre: