Em agosto, o Korn precisou adiar algumas datas de sua turnê porque o vocalista, Jonathan Davis, testou positivo para COVID-19. Duas semanas depois, o guitarrista Brian Welch disse que o cantor estava “fisicamente fraco e travando uma batalha mental” por conta dos efeitos colaterais do vírus.

Em entrevista recente, Jonathan falou pela primeira vez sobre sua experiência com o COVID-19 e revelou que passou quase um mês sem comer. Quando conseguiu retornar aos palcos com segurança, Davis realizou suas performances sentado em um trono e usando oxigênio durante os shows.

“Eu estava morrendo de medo,” conta o vocalista. “Estava pirando. Fiquei destruído. Não conseguia me mexer, meu corpo só doía. Não comi durante quase um mês. Mas graças a Deus não atingiu meus pulmões; isso teria me apavorado.”

“Eu sobrevivi, testei negativo no dia 25 e fiz um show no dia seguinte”, continua. “Eu estava exausto, mas não conseguia deixar pra lá… Só queria continuar porque eu vi o quão felizes as pessoas estavam por verem música ao vivo e não queria decepcioná-los.”

Outros integrantes do Korn também testaram positivo para a COVID-19 durante a turnê, como o guitarrista James Shaffer e o baterista Ray Luzier.

LEIA TAMBÉM: Korn anuncia novo álbum e lança single “Start The Healing”; ouça agora

Tags:
Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *