Carlos do Santos Monteiro, de 57 anos, mais conhecido como Nenê, foi morto na noite do último sábado, 15, após defender uma mulher que estava sendo assediada em seu bar. As informações são da Secretaria da Segurança Pública (SSP), por meio de sua assessoria de imprensa.

O crime aconteceu no Malta Rock Bar, localizado na Zona Sul de São Paulo, quando o proprietário atuou ao defender uma funcionária, de 32 anos, de assédio (via Folha de S. Paulo). Ele foi assassinado na rua em frente ao bar com um canivete.

Segundo o G1, Diego de Almeida Pereira, o agressor, de 34 anos, teve a sua prisão em flagrante convertida para preventiva, além de estar cumprindo pena em liberdade.

O Boletim de Ocorrência (BO) feito pela Polícia Civil diz que testemunhas viram o agressor com sinais de embriaguez.

A equipe do Wikimetal se solidariza com a família e amigos da vítima.

Categorias: Notícias