Digão voltou a comentar a treta com Pe Lu, ex-guitarrista da banda Restart, após ser chamado de “roqueiro reaça” pelas opiniões políticas que defende. Mais moderado dessa vez, o vocalista do Raimundos se arrepende de ter rebatido o comentário, mas defende que é “roqueiro raiz”.

Em conversa no canal Ramones Fans, o cantor explicou que seu posicionamento não é favorável ao atual presidente, Jair Bolsonaro, apenas contra a corrupção, mas que respeita diferentes posicionamentos. “Inclusive, acho que me expressei mal na hora que respondi o Pe Lu, eu devia ter ficado nisso, mas pra, você está em casa numa boa e vem um moleque desse me chamar de reaça?”, disse. “Reaça é o c*lho, sou roqueiro raiz, sou Ramones raiz, (…) fiquei puto”.

Para Digão, João Gordo e Tico Santa Cruz “se aproveitaram” da situação para criticá-lo. “Não tive papas na língua, não vou ficar fazendo joguinho”, continuou. “Política é uma merda, velho”. Assista abaixo a partir de 1:06:58.

LEIA TAMBÉM: João Gordo sobre apoiadores de Bolsonaro: “Cúmplices de genocídio”

Categorias: Notícias