Axl Rose não é conhecido pela pontualidade ou compromisso. Apesar da significativa mudança nos últimos anos, o frontman do Guns N’ Roses tem um histórico de abandonar shows ou aparecer horas depois do previsto. Foi por esse comportamento que o vocalista causou uma “briga quente” em uma boate brasileira. 

Em 2010, a banda fez uma série de shows no Brasil e marcou uma apresentação exclusiva na boate Disco, em São Paulo, que tinha Marcos Mion entre os proprietários. Testemunha ocular da confusão, o ex-VJ e apresentador Felipe Solari narrou os acontecimentos em entrevista ao podcast Falacadabra

O show exclusivo aconteceria em 11 de março daquele ano. Tudo parecia bem, pois a equipe de roadies chegou ao local para a montagem do palco e passagem de som, mas Axl Rose simplesmente não compareceu. “A gente ficava discotecando até o Axl chegar, ficamos tocando, tocando”, contou Solari. “E nada, ele não apareceu mesmo”. 

Segundo o Cifraclub, a confusão começou por volta das 2h30 da madrugada, porque os seguranças do Guns N’ Roses teriam tentado levar embora equipamentos da boate, causando uma briga física com um dos sócios do estabelecimento. “A briga foi quente, o p** comeu lá dentro, virou uma coisa de gringo contra brazuca”, continuou Solari. “E quando os caras viram um roadie tocando no sócio da Disco, o p** começou a quebrar. E só lembro que acenderam as luzes (…) e tá todo mundo se pegando”. 

LEIA TAMBÉM: Guns N’ Roses: Axl Rose faz aparição em novo episódio de ‘Scooby Doo’; confira!

Categorias: Notícias