Para celebrar o aniversário de 40 anos da banda, o Anthrax está publicando uma série documental com episódios semanais a serem lançados toda segunda, quarta e sexta-feira. 

Os três primeiros vídeos divulgados pela banda (cada um com cerca de 10 minutos) contam um pouco sobre a origem do Anthrax e os bastidores do álbum de estreia, Fistful of Metal. O disco, lançado em janeiro de 1984, foi gravado com a formação da banda que incluía os fundadores Scott Ian e Dan Lilker, o guitarrista Dan Spitz, o baterista Charlie Benante e o vocalista Neil Turbin.

No terceiro episódio, Fistful of Metal – It’s a Long Way To The Top, os integrantes contam uma versão inédita sobre os acontecimentos que levaram à expulsão de Dan Lilker da banda apenas 4 dias antes do lançamento do disco.

Aparentemente, Dan Lilker e Neil Turbin não se entendiam muito bem, o que Lilker justificou com a incapacidade de Neil de “aguentar uma piada”. As constantes brincadeiras e conflitos com Lilker eventualmente irritaram Neil ao ponto do vocalista expulsar o guitarrista da banda – sem o consentimento dos outros integrantes.

Scott Ian conta que houve uma movimentação na banda tentando reverter a situação e confrontar Neil sobre a decisão, que não podia ser tomada de forma individual. Segundo Scott, Neil não se mostrou interessado em resolver suas diferenças com Lilker e teria dado um ultimato ao Anthrax, afirmando que se Dan Lilker não saísse, ele sairia. 

“Nós todos conversamos sobre isso e pensamos: ‘Se nós perdermos nosso vocalista, a banda já era. Nós temos uma tour que vai começar no verão. Mas se nós perdermos o baixista, não é o fim’”, conta Scott. O dilema foi claramente doloroso para o guitarrista, que precisou demitir seu melhor amigo e membro fundador do Anthrax antes mesmo do lançamento de um álbum do qual ele tinha participado integralmente. “Profissionalmente e pessoalmente, foi a conversa mais difícil que eu já tive,” afirmou Scott. “Só de pensar que eu tinha 21 anos e disse ao meu melhor amigo que ele estava fora da banda me faz querer socar minha própria cara.”

Hoje em dia, Dan Lilker demonstra ter superado a situação, apesar de admitir que “derramou uma ou duas lágrimas” na época do ocorrido. “Apesar das três horas que eu passei muito bravo por ter sido quicado da banda 37 anos atrás, eu estou feliz que o Anthrax tenha se tornado uma força no cenário do metal e fico feliz com o meu papel para ajudar isso a acontecer,” assegura. O próprio Neil Turbin seria convidado a se retirar do Anthrax logo após o final da primeira turnê da banda, quando os integrantes perceberam que a dinâmica entre o vocalista e o restante dos músicos não estava dando certo. “O cara me expulsou da banda e foi quicado sete meses depois,” disse Dan Lilker ao risos.

LEIA TAMBÉM: Texto de Dan Lilker, baixista do Nuclear Assault, exclusivo para o Wikimetal contando como a música e o Heavy Metal entraram em sua vida:

Categorias: Notícias