Max também disse que gostaria de ter Brian Johnson, Angus Young e outros em músicas do Soulfly

Max Cavalera (Soulfly, Cavalera Conspiray, Sepultura) deu uma entrevista na qual falou sobre o mais recente disco e sobre colaborações.

Sobre o álbum Ritual, Cavalera disse: “Eu sinto que é um retorno ao som com mais groove. Mas nada muito dramático. O disco, para mim, é muito empolgante. Ele celebra os 20 anos do Soulfly, por isso tentamos trazer o espírito do começo da banda.”

Ritual conta com diversas colaborações. “Nesse álbum, temos o grande Randy Blythe (Lamb Of God). Ele é um cara ótimo de uma banda ótima. Eu gosto muito dele. E também Ross Dolan do Immolation. Esse é o meu amor pelo death metal. Eu sempre amei death metal.”

Cavalera disse que ama as colaborações. “Eu ainda quero fazer coisas com pessoas diferentes. Henry Rollings seria legal, ou Glenn Danzig. Ou até Bruce Dickinson. Seria clássico. Se o Brian Johnson voltasse a cantar, seria ótimo também. Eu sou um grande fã do AC/DC. Eu amaria ter Angus Young numa música, cara. Isso seria completamente o máximo, para mim.”

LEIA TAMBÉM: Max Cavalera fala sobre a corrupção no Brasil

Confira mais notícias sobre: