Chris Fehn entrou com processo contra os companheiros de banda e Corey diz ser erroneamente acusado

Corey Taylor diz ser erroneamente acusado de roubar dinheiro do companheiro de Slipknot, Chris Fehn.

O vocalista comentou sobre o processo que o percussionista abriu contra os ex-companheiros de banda. Ele os acusa de não ter sido propriamente compensado pelos anos em turnê com o grupo.

Um fã sugeriu no Twitter que o Slipknot trouxesse de volta o vocalista Anders Colsefni para substituir Fehn. Corey respondeu: “Eu ia AMAR isso”. Outro fã reagiu ao comentário e disse que a atitude seria “meio babaca”. Corey, então, tuitou: “Você acha isso babaca? Tente ser erroneamente acusado de roubar dinheiro de alguém que você se importa. E ter um monte de fã acreditando nisso.”

O Slipknot já anunciou a saída do percussionista Chris Fehn. Na declaração, o grupo disse que está “focado em fazer o álbum número 6” e que Chris está oficialmente fora do trabalho.

“Nós estamos desapontados que ele escolheu apontar dedos em vez de fazer o que era necessário para continuar com o Slipknot.”

“Nós gostaríamos de dizer que preferíamos não ir por este caminho que ele quis. Mas, evoluir em todos os assuntos é algo fundamental na vida. Longa vida ao ‘Knot’” O Slipknot não comentou sobre o processo e revelou que “Chris sabe o motivo de sua saída”.

LEIA TAMBÉM: Slipknot: “minha esposa não gostou das novas máscaras”, diz Clown

Confira mais notícias sobre: