A homenagem póstuma do Grammy 2021, que aconteceu no último dia 14, ao Eddie Van Halen decepcionou muita gente, inclusive o filho do guitarrista que foi até as redes sociais desabafar sobre o ocorrido.

“O Grammy me pediu para tocar ‘Eruption’ na seção In Memorian e eu recusei. Não acho que ninguém poderia ser fiel ao que meu pai fez pela música além dele mesmo”, disse Wolfgang. Ele ainda continuou explicando que não esperava que com a sua recusa, o Grammy não faria nada para seu pai além de colocar a foto do guitarrista na seção Im Memorian.

Agora, o produtor da premiação, Ben Winston, respondeu as críticas durante uma entrevista à Variety: “Nós falamos com o representante do Wolfgang antes da cerimônia para convidá-lo a tocar. Ele não quis então ofereceremos outros oito ou nove guitarristas que poderiam tocar em seu lugar”, explicou.

“Porém ele achou melhor colocarmos um vídeo do Eddie mesmo, porque ninguém consegue tocar como ele, então foi isso que fizemos. Eu teria adorado fazer algo mais longo que isso, mas ele foi o único de todo o In Memoriam que teve sua música tocada.”

Ele ainda continuou pedindo desculpas para Wolfgang: “Eu achei que foi uma homenagem linda, mas se Wolfgang não concordou, desculpa. É horrível perder um pai. Nós fizemos o que acreditávamos ser o melhor.”

LEIA TAMBÉM: Wolfgang Van Halen: “Distance” conquista 1º lugar na parada Mainstream Rock da Billboard

Categorias: Notícias