Em entrevista recente para a rádio 95.5 KLOS, o produtor Andrew Watt, responsável pelo disco Ordinary Man e pelo próximo álbum de Ozzy Osbourne, foi perguntado sobre sua história favorita com o músico. Apesar de dizer que achava que algumas delas “não podem ser contadas ao vivo”, Watt relembrou um episódio bastante característico.

O produtor relembrou uma vez em que foi visitar Ozzy em sua casa enquanto eles trabalhavam em seu novo disco e detalhou um momento em que o músico estava “desenhando algo e usando muito vermelho”. Osboune, a quem Watts descreveu como “um grande pintor e desenhista”, de repente se levantou, andou até o lado de fora da casa e pendurou o pedaço de papel em uma árvore.

“Então ele me disse, ‘Ok, sente aqui’ e voltou segurando duas armas BB. Ozzy segurando duas armas – quer dizer, qualquer um segurando duas armas – mas o Ozzy segurando duas armas BB é algo assustador. E os cachorros estavam todos no quintal e ele disse ‘Ok, vamos atirar.’ E eu falei, “Calma. Calma. Precisamos prender os cachorros,’ conta Andrew.

“Eu e uma das pessoas que trabalhavam lá pegamos os cachorros e os colocamos dentro de casa e ele [Ozzy] estava atirando em alvos durante a pandemia – ele não errou um alvo sequer. Pense o que quiser, ele se prepara para atirar e boom, o tiro perfeito. Ele acertou cada círculo, todos eles. Ele é um cara incrível,” concluiu.

Recentemente, Ozzy Osbourne revelou que seu novo álbum contará com participações de Zakk Wylde, Tony Iommi, Jeff Beck e Eric Clapton, que a princípio ficou meio relutante em participar de uma música que mencionava Jesus.

LEIA TAMBÉM: Gus G. fala sobre sua demissão da banda de Ozzy Osbourne: “Sharon me ligou no meio da noite”

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *