Mais uma vez, esses são os bateristas que, na minha opinião, devem formar um timaço de 11 jogadores”

por Nando Machado

Aproveite para criar sua lista, mudar a minha ou simplesmente me xingar, fique à vontade. No Wikimetal, você está em casa, a casa do Metal!

John Bonham – Bonzo foi o mais influente, o mais criativo e um dos mais pesados bateristas de todos os tempos. Por isso, mesmo que não esteja mais entre nós, na minha opinião esse será sempre o maior baterista de todos os tempos, a começar pela levada da primeira música do primeiro disco do Led Zeppelin, Good Times, Bad Times. Ali John Bonzo Bonham já mostra que é o maior e a banda nunca pode continuar após sua morte – RIP

Neil Peart – Inacreditável o que Neil Peart consegue fazer, ouvindo o excelente Clockworks Angels, o recém lançado novo disco, Peart mostra que continua o grande gigante da bateria e é sem dúvida o maior baterista vivo do planeta. O Rush é uma lenda viva do Rock e uma das bandas mais originais do planeta!

Dave Lombardo – O maior baterista do Thrash e provavelmente o melhor baterista de Metal que existe. Ver Lombardo ao vivo impressiona qualquer um, a técnica, a raça, a rapidez impressionantes definem bem quem é o músico. Com a volta de Lombardo ao Slayer a banda voltou a ocupar um lugar de destaque no mundo do Metal. Não foi à toa que o Metallica, no início da carreira, pensou em sacar Lars Ulrich e convidar Lombardo para assumir as baquetas. Felizmente Lars evoluiu a ponto de James desistir dessa ideia.

Charlie Benante – Os 2 bumbos mais rápidos do planeta. Charlie Benante lembra uma locomotiva desenfreada, vê-lo tocando ao vivo impressiona qualquer um, o som da sua bateria é realmente fantástico e se você ouvir o disco Among the Living do Anthrax vai ficar de queixo caído. Veja também no YouTube os videos de demonstração e os solos de Charlie, são realmente incríveis.

Ian Paice – Criativo, com um bom gosto impressionante, Paice parecia tocar numa bateria com 4 bumbos, mas na realidade só tinha 1. Se você ouvir Burn parece que tem 2 caras tocando ao mesmo tempo. Ian Paice é um gênio e o som do Deep Purple é único, em parte por causa desse grande baterista.

Mike Portnoy – Dream Theater, Adrenaline Mob, Avenged Sevenfold ou Flying Colors. Qualquer um desses sons mostra a qualidade de Portnoy como baterista, ele é o Neil Peart do Metal. No show que fez com o Fates Warning em 2011 mostrou uma técnica incrível, mas é nos discos do Dream Theater que Portnoy fez o melhor da sua carreira, mostrou tudo o que sabe, inclusive ajudou a moldar o som dessa excelente banda e era um protagonista nos shows do Dream Theater mesmo sentado atrás da bateria.

Ginger Baker – Imagine um grande baterista de Jazz tocando Rock pesado. Esse é Ginger Baker, o baterista do Cream. Sem dúvida uma das bandas que mais influenciou a criação do Heavy Metal no final dos anos 60. O forte de Ginger era a técnica e a cozinha impecável que formava com Jack Bruce para que Eric Clapton pudesse “viajar” à vontade na guitarra. Ginger Baker é um animal!!!

Keith Moon – Mais um baterista que influenciou muita gente, inclusive aqueles que inventaram o Heavy Metal, aliás, na criação do Heavy Metal, pode ter certeza que Keith Moon teve uma grande importância, graças à sua agressividade, à sua pegada e às suas batidas. O The Who certamente foi uma das bandas que ajudou a arquitetar o que chamamos de Heavy Metal, destruindo seus instrumentos e quebrando tudo nos palcos e hotéis. Conheça melhor o The Who, é uma das minhas bandas preferidas de todos os tempos – RIP

Eloy Casagrande – Ver o Eloy tocando realmente impressiona, inacreditável o que esse músico consegue fazer. Com tão pouca idade e já tão experiente, ele merece estar nessa lista. Imagina o que ele vai tocar daqui a 10 anos. parabéns Eloy, parabéns Sepultura!

Bill Ward – O mais pesado baterista de Metal clássico. Bill Ward bebeu nas fontes do Jazz e do Rock e inventou uma nova maneira de tocar. Por favor, pare tudo o que está fazendo agora e ouça Hand of Doom do disco Paranoid. Bill Ward é um gênio e é uma pena que não esteja fazendo parte dessa volta do Black Sabbath.

Eric Carr – O timbre de bateria de Eric Carr é um dos melhores de todos os tempos. Ouça o disco Creatures of the Night de cabo a rabo e em alto volume e vai sentir o bumbo de Eric batendo no peito, aí vai entender porque ele não poderia ficar de fora dessa lista. Os solos dele ao vivo também eram sempre especiais.
Eric, você faz muita falta!!!

Categorias: Listas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *