Com “Girls, Girls, Girls” entre os maiores sucessos da carreira do Mötley Crüe, o baixista Nikki Sixx admite a possibilidade que a banda – que canta “Eu só preciso de um brinquedo novo / Dance pra mim, te manterei super ocupada” no hit de 1987 – era sexista

Em recente entrevista à Classic Rock, o músico refletiu sobre as letras e clipes da banda diante dos avanços do debate sobre machismo na sociedade. “Na realidade de hoje, muito provavelmente [era machista]”, confessou. “Assim como todo mundo também era. Na década de 1970, quando eu era jovem, era essa a mensagem que recebíamos e a gente estava imitando nossos herois”. 

De acordo com Sixx, ouvir bandas como Aerosmith falando abertamente sobre sexo, drogas e armas causava adrenalina. “Eu pensava, ‘Nossa, isso é selvagem! Isso é muito perigoso, não é música para a mamãe e o papai’. Eram tempos diferentes. Você não pode reescrever a história!”, continuou.

LEIA TAMBÉM: Nikki Sixx anuncia nova biografia: “Essa é a história que vocês nunca ouviram antes”

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *