Em participação no Wikimetal Happy Hour, o baixista potiguar Juninho Groovador falou sobre a experiência de subir ao palco do Rock In Rio em 2019 para tocar com a banda Tenacious D, liderada pelo ator Jack Black (Escola do Rock, King Kong).

Em conversa com Nando Machado, Juninho relembrou a emoção de se apresentar em um dos maiores festivais de música do mundo, e falou sobre a participação do ídolo Dave Grohl na realização de um sonho.

“Foi uma emoção groovada, uma emoção realmente cibernética e alto astral. A ficha até hoje não caiu, eu realmente não esperava uma repercussão tão grandiosa” disse Juninho. “A gente se parece muito bem, né. A gente tem um lado muito idêntico desse amor, desse humor musical. Eu sou um cara que gosta muito de misturar esse lado no palco, de irreverência, entretenimento, alto astral e alegria. E quando eu recebi o convite dele foi uma coisa surreal.”

“Mas foi o Dave Grohl, o grande baterista do Nirvana – que hoje lidera o Foo Fighters – que colocou nas redes sociais e entrou em contato com o Jack Black e disse que queria realmente essa união,” completa o baixista. “Ele foi um militante, ativista mesmo, de colocar esse encontro entre mim e Jack Black. E graças a Deus eu fiz minha parte como brasileiro e nordestino de transmitir alegria no Rock In Rio, essa irreverência do Nirvana, de “Smells Like Teen Spirit” em versão de forró.”

O encontro entre Dave Grohl e Juninho Groovador também aconteceu e foi noticiado pelo Fantástico na época, onde o líder do Foo Fighters não poupou elogios para o baixista do Rio Grande do Norte. Relembre a participação de Juninho Groovador no Rock in Rio a seguir e assista ao bate-papo completo no Wikimetal Happy Hour.

LEIA TAMBÉM: Juninho Groovador desabafa sobre “brasileiro não valorizar o próximo” após caso de xenofobia

Categorias: Notícias