A música venceu todas as companheiras de Hybrid Theory

O disco Hybrid Theory foi o que iniciou a carreira cheia de sucessos do Linkin Park. O primeiro álbum ainda é o mais vendido da banda, chegando hoje à aproximadamente 30 milhões de cópias comercializadas.

O álbum completou 18 anos no dia 24 de outubro de 2018. Por isso, perguntamos aos leitores do Wikimetal qual a música favorita do disco. A grande vencedora foi o hino “In The End”, com 34% dos votos. A vencedora do Grammy, “Crawling”, aparece em segundo com 19%. Já o primeiro single da banda, “One Step Closer”, ficou em terceiro com 11%.

Muitos consideram que o Linkin Park foi a banda que fez com que o nu metal se consolidasse como gênero. Até Fred Durst, do Limp Bizkit, chegou a dizer isso para o vocalista Chester Bennington. Nada disso teria acontecido se não fosse pelo sucesso estrondoso de Hybrid Theory.

Este é o álbum de estreia mais bem-sucedido do século XXI. Inclusive, trouxe ao Linkin Park um Grammy Award na categoria “Melhor Performance de Hard Rock” por “Crawling”, em 2002. Eles também concorreram nas categorias “Melhor Álbum de Rock” e “Revelação”.

Na época, a Rolling Stone caracterizou o disco como “doze canções de fogo compactado, misturando metal alternativo, hip hop e arte de picape, que não podem ser separados”. Hybrid Theory se encontra na lista de 200 Álbuns Definitivos do Rock and Roll Hall of Fame. Além de ter completado 200 semanas na lista Top 200 da Billboard.

O sucesso foi tanto que, anos depois, com a mudança no estilo do Linkin Park, muitos fãs pediam por um retorno aos tempos de Hybrid Theory. Mas, a banda tomou caminhos mais experimentais e que flertavam mais com o pop, tirando a pedrada The Hunting Party de 2014. Mesmo assim, o Linkin Park ainda teve 5 de seus discos como primeiro nas listas de lançamentos mais vendidos nos Estados Unidos.

Com a morte de Chester Bennington, em 2017, a banda ainda completou mais 11 singles de platina, fechando o ciclo de sucessos iniciado com Hybrid Theory em 2000.

Veja o clipe de “In The End” abaixo:

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *