Ritchie Blackmore deixou o Deep Purple em 1994

Em entrevista a Radio Rock da Itália, o vocalista do Deep Purple, Ian Gillan, falou sobre uma possível reunião com Ritchie Blackmore.

“Deixe-me dar um exemplo. Digamos que você se divorciou, e havia amargura e dificuldade. E muitos parentes e crianças foram afetados, e a vida continuou. Então você se casou novament e alguém diz: ‘Oh, nós queremos que você se junte ao seu velha esposa e sua nova esposa, todos juntos, e teremos momentos maravilhosos. Você pode imaginar o quão difícil isso é em termos humanos? Agora, eu entendo que somos profissionais e temos um tipo de responsabilidade, mas, para ser honesto, nunca consideramos os aspectos comerciais ou o aspecto dos fãs ou qualquer dessas coisas quando tomamos decisões, porque o que sempre fazemos é o que é mais natural e seguimos nossa paixão e esperamos que o público goste.

Todo mundo conhece a história. Deep Purple estava em declínio quando Ritchie foi embora, e com Steve Morse, voltamos à subir. Então seria impossível fazer isso. E eu acho que vai ser cada vez mais difícil com o passar dos anos, porque ninguém tem muito interesse nesse tipo de coisa.

Não temos muita paixão ou desgosto por Ritchie – na verdade estamos trocando ideias através de nossos escritórios, então não há sentimentos desagradáveis. Mas acho que é tarde demais. Estamos pensando no fim agora.

Até onde eu sei, todos na banda pensariam que é uma má idéia. Vamos apenas deixar isso descansar. Vamos apenas desejar coisas boas a Ritchie, e fazer o que ele faz, e nós faremos o que fazemos. As coisas estão indo muito bem agora.”

Gillan também disse que não são muitas pessoas que pedem essa reunião “Não é algo que nós ouvimos muito sobre. É apenas uma pequena fração, um pequeno número que gostaria disso”, explicou. “E eu não acho que esses são os caras que vão aos shows; eu não acredito nisso”.

“Se você tem uma ferida e está prestes a se curar e tem uma boa crosta nela, e você pensa que em dois ou três dias vai estar completamente curada, então alguém aparece e cutuca com uma vara e abre de novo…isso é o que acontece com a situação Ritchie-Deep Purple. Toda vez que começa a cicatrizar, alguém aparece e cutuca com uma vara. Então essa é a questão.

Estamos tão perto do fim agora – dentro de um ano ou dois, três, quatro … eu não sei. Quem sabe? Mas está perto. E eu acho que provavelmente, como Ian Paice disse, estamos felizes agora. Parou de chover. O sol está brilhando. Vamos aproveitar. “

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *