Durante uma entrevista na rádio 96.3 WLVQ, o frontman do Whitesnake, David Coverdale, discutiu o estado atual da banda e as datas da turnê de despedida.

Quando perguntado sobre a última turnê da banda, ele disse: “Eu não estou me aposentando da música do Whitesnake, a música é como oxigênio para mim, mas é que fazer turnês é fisicamente desafiador para mim.E eu não poderia fazer turnê melhor do que agora, com mais conforto. É apenas mais perceptível à medida que envelheço”.

David Coverdale relembra que estava na estrada no início de 2020, antes de todos os eventos mundiais ocorrerem. “Aos 68, eu estava arrasando”, disse. “Estou em boas mãos com a minha banda, eles são fantásticos. Também tenho um novo membro do Whitesnake, um tecladista extra da Croácia, chamado Dino Jelusić, que é um cantor fantástico, é melhor eu me cuidar”.

Mais tarde na entrevista, David foi perguntado a respeito do Hall of Fame do Rock & Roll. Apesar de estar presente como integrante do Deep Purple, não há indicações com o Whitesnake. 

“Quando fui com o Purple, falei com os caras de lá, e eles foram muito abertos e acharam apropriado que o Whitesnake estivesse lá”, disse. Entretanto, David afirma que esse tipo de coisa, como participar do Hall of Fame, são a cereja do bolo da vida dele. Se acontecer, será incrível. “Não está na minha lista de desejos, mas vou recebê-la de braços abertos porque esses tipos de coisas são validações de seus colegas”, disse.

Além disso, completou: “Quantas vezes você lê sobre o Hall of Fame do Rock & Roll e as pessoas sendo nomeadas, e aí 6 milhões de pessoas ao redor do mundo dizem, ‘Onde diabos está […]?!'”, se referindo ao fato de que as pessoas sempre vão reclamar que está faltando algum artista.

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *