A Goldenvoice, promotora do famoso festival de música americano Coachella, anunciou nesta terça-feira, 12, uma mudança nas medidas de segurança em relação à COVID-19.

Até o momento, as políticas do evento exigiam que aqueles que atendessem ao festival em abril de 2022 apresentassem comprovantes de vacinação completa, mas devido à “baixa taxa de transmissão” do vírus, a Goldenvoice decidiu que apenas a apresentação de um teste negativo de COVID feito nas 72 horas anteriores ao evento é o suficiente.

“Depois de vermos em primeira mão a baixa taxa de transmissão e a implementação bem-sucedida dos protocolos de segurança em nossos festivais recentemente, assim como o crescimento na taxa de vacinação de americanos elegíveis, nós nos sentimos seguros em atualizar seguramente nossa política para o Coachella que permite um teste negativo de COVID feito 72 horas antes do evento ou prova de vacinação completa,” escreveu o Coachella em seu site oficial e nas redes sociais.

Ainda de acordo com o site, cada festival da Goldenvoice terá suas próprias políticas de segurança. O Coachella acontece na cidade de Indio, Califórnia nos Estados Unidos, durante os fins de semana de 15 a 17 de abril e 22 a 24 de abril em 2022.

LEIA TAMBÉM: Nova edição do festival Roadie Crew propõe diálogo sobre sexualidade da mulher e espaço dos negros no rock e metal

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *