Vicky Cornell destacou que o vício é uma “doença tratável” e “não inevitável”

Vicky Cornell, a viúva de Chris Cornell, disse que a morte do marido “não era inevitável”. Ela culpa a batalha contra o vício como causadora da tragédia.

Desde 2017, ela se tornou uma expert e advoga pelo tratamento do abuso de drogas. Em um painel nas Nações Unidas, ela destacou a importância de encerrar as concepções erradas sobre a doença.

“Eu perdi meu marido, meus filhos perderam o pai maravilhoso e o mundo perdeu uma luz brilhante. Tudo por causa de uma doença totalmente prevenível e tratável”, disse. “Meu marido ficou sóbrio em 2003 e depois teve uma recaída. E eu quero destacar que sua morte não era inevitável.”

Ela deixou claro que o vício é uma doença psicológica e que a maioria dos médicos não estão acostumados a tratar disso. “Nós todos confiamos nos médicos. Mas um remédio mal prescrito pode levar alguém a uma recaída.”

Assista ao vídeo do painel abaixo: 

LEIA TAMBÉM: Gibson anuncia tributo a Chris Cornell com linha de guitarra exclusiva

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *