Veja a declaração

Em entrevista ao site Alternative Nation o baterista do Rage Against The Machine Brad Wilk, encarregado das baterias no último álbum do Black Sabbath “13”, falou sobre a experiência:

“Foi um sonho realizado. Quando eu tinha 14 anos eu sentava no meu quarto com o meu toca discos tentando aprender as partes de Bill Ward, e o Black Sabbath é uma das minhas bandas favoritas de todos os tempos. Então realmente ser convidado para tocar bateria com eles foi uma experiência incrível. Durante a primeira semana foi muito difícil lidar com o fato de que eu estava numa sala com eles, fazendo um álbum com eles. Eles são todos ótimas pessoas, eu amei estar com eles, ouvir suas histórias enquanto fazíamos o álbum. Eu amei trabalhar com Rick Rubin, ele é um produtor incrível. Eu fui abençoado só de estar lá fazendo aquilo, fazer parte de algo incrível. Apesar disso, apesar de ter sido uma experiência maravilhosa para mim, eu gostaria que Bill Ward estivesse lá no meu lugar”.

Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *