A perda de um músico é irreparável e, além dos familiares, os colegas de banda e os fãs sofrem junto, como se tivessem perdido um amigo. Por isso, o assunto de bandas que continuam com o trabalho depois dessa perda é polêmico.

O Queen está há anos em turnê com Adam Lambert no vocal, como uma forma de homenagear o trabalho da banda e do falecido vocalista Freddie Mercury. Grey Daze acaba de lançar seu segundo álbum após a morte de Chester Bennington e com seus vocais. A lista é extensa, e mais ainda das bandas que pararam após a morte de seus colegas, como o caso do Led Zeppelin após a perda de John Bonham.

Com isso em mente, o Wikimetal perguntou aos leitores o que as bandas deveriam fazer quando uma tragédia dessas acontece. O resultado foi surpreendente: 85% dos votos mostram que as bandas devem continuar com o trabalho independente da perda, enquanto 15% acredita que as bandas deveriam mudar o nome e recomeçar do zero.

Confira o resultado na íntegra logo abaixo!

Você acha que as bandas deveriam continuar em turnê ou no estúdio após a morte de um integrante?

  • Sim, acho que a banda deve continuar o trabalho independente da perda (85%, 132 Votes)
  • Não, a banda deveria mudar o nome e recomeçar do zero (15%, 23 Votes)

Total Voters: 155

Carregando ... Carregando ...

LEIA TAMBÉM: Existe vida nas bandas após a morte de um integrante? Podcast Wikimetal fala sobre tema; ouça aqui