O baixista disse que era importante para eles não censurar as loucuras da banda

Nikki Sixx revelou que a adaptação da biografia do Mötley Crüe, The Dirt, não pretende amenizar as loucuras da banda. O filme é baseado no livro The Dirt – Confessions of the World’s Most Notorious Rock Band.

Sixx explicou: “A Netflix disse, ‘Faça o filme que reflita o livro’. E Jeff Tremaine [diretor] disse, ‘eu curto punk rock e heavy metal e quero fazer esse filme baseado no livro’. Todo mundo apoiou a ideia.”

O baixista acrescentou: “Foi muito importante para nós não censurar nada. Nós sabemos que tinham cenas na biografia do N.W.A. Straight Outta Compoton que foram deletadas. Eles não queriam ser retratados daquela forma. E eu não sei se eles amenizaram alguma coisa no filme do Queen. Conosco, você tem quatro personagens ultrajantes e era importante que não mudássemos nada.”

The Dirt estreará na Netflix em 22 de março. A trilha sonora chegará no mesmo dia e contará com clássicos do Crüe. Além de três novas músicas e um cover de “Like A Virgin”, da Madonna. A primeira inédita, “The Dirt” com participação de Machine Gun Kelly, já foi lançada.

LEIA TAMBÉM: Nikki Sixx acusa Kiss de copiar turnê de despedida do Mötley Crüe

Confira mais notícias sobre: