As novas versões de “Dear Friend”, escrita por McCartney, estarão nas edições de luxo do álbum Wild Life, de 1971

John Lennon só elogiou as habilidades de escrita de Paul McCartney uma vez, segundo o músico. Ainda assim, ele ainda nutre muito amor pelo amigo de longa data. Por isso, a relação dos dois inspirou McCartney a escrever “Dear Friend”, do álbum Wild Life do Wings. Essa foi a banda formada por Paul depois do fim dos Beatles.

Agora, com a reedição de Wild Life, duas novas versões da música foram lançadas. A edição de luxo foi remasterizada na Abbey Road. Contará com 25 faixas bônus, incluindo mixagens brutas, edições de singles, B-sides, gravações caseiras e materiais inéditos.

McCartney detalhou o sombrio processo de revisitar “Dear Friend” em declaração:

“Com ‘Dear Friend’, é uma espécie de conversa entre nós depois de termos todo o tipo de disputa por causa do fim dos Beatles. Eu acho muito emocionante quando eu ouço agora. Eu tenho que a engolir. Eu lembro quando ouvi recentemente no carro. Eu pensei, ‘Oh Deus’. Essa letra: ‘realmente de verdade, jovem e recém-casado’. Eu estou tentado dizer a John, ‘Olha, está tudo bem. Tome uma taça de vinho. Vamos ficar tranquilos’. E ainda bem que conseguimos fazer as pazes, o que foi uma grande fonte de alegria. Seria terrível se ele tivesse sido assassinado naquele momento em que estávamos brigados. Essa música sou eu tentando chegar nele para uma conversa. Então, eu acho que é muito poderosa de um jeito muito simples.”

Ouças as versões de “Dear Friend” abaixo:

LEIA TAMBÉM: The Beatles: “Back in the U.S.S.R” ganha novo clipe

Confira mais notícias sobre: