Veja a declaração

O Iron Maiden anunciou esta semana que, devido ao processo de plágio pela composição de “Hallowed Be Thy Name”, a música teve que ser retirada do setlist da banda para os próximos shows.

A banda está sendo processada pelo empresário musical Barry McKay, que alega que o Maiden copiou a frase “Mark my words believe my soul lives on / Don’t worry now that I have gone” da faixa “Life’s Shadow” da banda Beckett que diz “Others are glad to see him gone / Mark my words my soul lives on”.

Hallowed Be Thy Name é eleita a melhor música do Iron Maiden

A banda divulgou o seguinte comunicado esta semana: “Para a segunda parte da turnê The Book Of Souls, algumas mudanças foram necessárias; a primeira foi uma nova música do novo álbum e porque fomos avisados de um processo legal, a segunda mudança é substituir Hallowed Be Thy Name”.

A empresa responsável pelo gerenciamento do Iron Maiden Phantom Management também comentou: “A disputa se trata da música Life’s Shadow, uma música originalmente escrita no começo de 1970, com créditos a Robert Barton e Brian Ingham, gravada pela banda Beckett. Steve Harris era um fã de Beckett e algumas linhas da letra foram referenciadas na música Hallowed Be Thy Name. Até onde Steve sabia, essa questão já estava resolvida há anos, com um acordo com Robert Barton. Qualquer evidência apresentada pelo Sr. McKay será analisada detalhadamente e teremos uma defesa em tribunal no momento certo”

A acusação também comentou o desenvolvimento do caso: “Hallowed Be Thy Name não é apenas uma música do Iron Maiden. É a música que definiu a banda. E foi fortemente influenciada por Life’s Shadow”.

Categorias: Notícias