Declaração foi feita no programa “The Therapist”

Em recente episódio do programa “The Therapist”, o vocalista do Slipknot Corey Taylor revelou ter sido sexualmente atacado quando tinha 10 anos de idade por outro menino que vivia no mesmo bairro.

O episódio mostra o vocalista conversando com o terapeuta Dr. Siri Sat Sam Singh em uma intensa sessão de terapia.

Taylor fala sobre as dificuldades que sofreu na infância que incluiram violência doméstica, uso de drogas, falta de condições financeiras, tentativa de suicídio e pela 1a. vez admitindo na frente de câmeras, estupro.

“Eu fui estuprado por alguém da vizinhança. A gente vivia mudando de moradia então eu obviamente tinha que tentar fazer amizades rápido. Neste lugar só tinha um menino que tinha 16 anos e que daria pra ser meu amigo. Ele me convidava pra ir na casa dele pra ouvir música e um dia isso se transformou em algo totalmente diferente”

“Eu não contei pra ninguém por muito tempo porque ele ameaçou me machucar e machucar a minha mãe. No fim, ele incendiou a casa dele e eles tiveram que se mudar no meio da noite, era muito louco. Demorou muito pra eu voltar a me sentir seguro. Eu não contei pra ninguém até eu ter mais ou menos 18 anos. Nessa época eu já tinha encontrado a minha tribo, de desajustados”.

Corey Taylor terminou a sessão falando de seus próprios filhos:

“A única coisa que eu sempre quis, era ter um pai. E eu nunca quis que meus filhos passem pelo que eu passei, então era muito importante pra mim desde que eles nasceram, separar dinheiro pra educação deles, pagar as contas, comprar roupas, comida, tudo. Uma base sólida. Eles não precisam se preocupar que eles estão protegidos”.

O episódio irá ao ar em breve pelo canal de assinatura Viceland.

Categorias: Notícias