Baterista do grupo deixou suas baquetas como homenagem ao falecido co-fundador

Um fã do Slipknot revelou no Reddit que as baquetas de Jay Weinberg desapareceram do túmulo do Paul Gray, em Des Moines, Iowa. Weinberg é o baterista do grupo e havia deixado suas baquetas para homenagear o co-fundador e baixista do Slipknot.

Com os instrumentos, Jay escreveu um emocionante bilhete: ”Querido Paul – espero que você sinta orgulho do trabalho que a gente vem fazendo. Sua presença guia esta banda em espírito e som. Acho que você aprovaria este novo álbum. Ao menos eu espero que sim. Todo o respeito e amor do mundo. Vida longa ao Slipknot.”

Alguns fãs se revoltaram com o roubo e comentaram na plataforma: “É tão desrespeitoso que alguém pegar a baqueta, ela pertencia ao seu túmulo e mais em nenhum outro lugar.”

Outro fã comentou: “As pessoas fazem merda o tempo todo. Dimebag Darell teve a sua lápide vandalizada por algum cara recentemente. É parte da natureza humana. A pessoa que roubou a baqueta de Jay provavelmente pensou que poderia ganhar dinheiro fácil com isso.” 

O músico morreu em 2010 devido à uma overdose de morfina e quatro anos depois, Weinberg se juntou à banda.

Baquetas de Jay Weinberg (Slipknot) foram roubadas do túmulo de Paul Gray

LEIA TAMBÉM: Slipknot lança o aguardado disco ‘We Are Not Your Kind’; ouça aqui

Confira mais notícias sobre: