Frontman de uma das maiores bandas da atualidade, Hetfield é responsável pela criação de diversos clássicos do heavy metal

James Hetfield, frontman do Metallica, é um dos vocalistas e guitarristas mais respeitados e amados no mundo do metal. Com sua execução impecável de riffs e vocais, ele é uma grande inspiração para muitas gerações de músicos.

Ao lado de Lars Ulrich, Kirk Hammett e Robert Trujillo, Hetfield já criou diversos clássicos que lotam estádios ao redor do mundo. A colaboração de grandes nomes como Cliff Burton e Jason Newsted, entre outros que já participaram no lineup do grupo, foi um papel importante na história da banda, mas a importância do vocalista na banda é inegável.

Para celebrar a carreira de Hetfield, nós separamos as onze faixas que melhor simbolizam o talento e relevância do músico. Veja a lista logo abaixo.

11. “Hate Train”
Gravada inicialmente para fazer parte do álbum Death Magnetic de 2008, a faixa acabou participando do tracklist do EP Beyond Magnetic (2011) ao lado de “Just a Bullet Away”, “Hell and Back” e “Rebel of Babylon”. A música foi um alívio para os fãs que não aceitaram Lulu, disco controverso do Metallica, pois trouxe de volta a sonoridade que fez de Master of Puppets o sucesso que é hoje.

10. “The Outlaw Torn”
A faixa que finaliza o disco Load (1996) mostra claramente a dinâmica e a energia de um clássico trabalho de Helfield e Ulrich. Com quase dez minutos de duração, “The Outlaw Torn” fala sobre o luto ao perder alguém que você ama, levando os fãs a especularem que a canção fala de Cliff Burton, baixista do grupo que faleceu em 1986 em um acidente de ônibus.

09. “Frantic”
Outra faixa que carrega um tema pesado é “Frantic”, segundo single do disco St. Anger (2003). Nela, Hetfield canta sobre as lutas da banda com dependência química, principalmente o problema que ele sofreu com alcoolismo, o levando a passar alguns meses em reabilitação.

08. “Sabbra Cadabra”
Um dos maiores exemplos de como fazer um cover de uma banda intocável é “Sabbra Cadabra”, originalmente gravada pelo Black Sabbath para o álbum Sabbath Bloody Sabbath (1974). Lançada no disco de covers Garage Inc. (1998), a versão foi exclusivamente feita para a coletânea que, entre diversos clássicos, traz “Whiskey in the Jar”.

07. “Battery”
Faixa de abertura do clássico Master Of Puppets (1986), “Battery” tem um início calmo com uma guitarra limpa que se estende até o primeiro minuto da música. A partir dele, Hetfield acelera e mostra o riff característico da banda de thrash metal.

06. “The Unforgiven”
Primeira faixa de um trio de canções do Metallica, “The Unforgiven” foi lançada como segundo single do Black Album (1991) e traz elementos das trilhas sonoras de faroeste norte-americanos, se destacando das outras baladas do Metallica.

05. “No Leaf Clover”
Sucesso na Billboard na semana da estreia, “No Leaf Clover” traz um dos melhores vocais já gravados de Hetfield. A faixa do S&M (1999) permaneceu no topo das paradas musicais por sete semanas consecutivas.

04. “Spit Out The Bone”
Considerada uma das melhores faixas do Hardwired…To Self-Destruct (2017), “Spit Out The Bone” foi tocada ao vivo pela primeira vez após um ano do lançamento do disco, devido a dificuldade da música. Segundo Ulrich, o corte inicial da versão havia dez minutos.

03. “Nothing Else Matters”
Uma das faixas mais populares da banda, “Nothing Else Matters” está sempre presente nos setlists do Metallica e Hetfield surpreende os fãs a cada execução. Com um solo arrebatador, a canção do Black Album quebra barreiras entre os fãs de outros gêneros musicais.

02. “To Live is to Die”
A semi-instrumental do …And Justice For All (1988), traz quase dez minutos de demonstração da extensão do talento de Hetfield. A força e intensidade da canção é uma incrível homenagem a Cliff Burton.

01. “Master Of Puppets”
Este clássico não poderia estar de fora. Um dos melhores riffs e solos de Hetfield, a faixa que carrega o nome do disco lançado em 1986, assim como “Frantic”, fala sobre a luta contra o abuso de drogas e álcool. Segundo uma declaração divulgada à imprensa no dia do lançamento do álbum, “Master Of Puppets” era a faixa preferida de Cliff Burton.

Confira mais notícias sobre: