No começo da quarentena, muitas pessoas fizeram uma promessa: vou tirar esse tempo em casa para conhecer novos filmes. No entanto, a realidade de muitos foi rever as mesmas produções favoritas milhares de vezes, né? Felizmente, essa lista de sete ótimos filmes que celebram o heavy metal, feitas pelo Sala Crítica, podem te inspirar a tentar novamente.

Rockstar (2001)
A lista começa pelo filme Rockstar, dirigido por Stephen Herek e protagonizado por Mark Wahlberg e Jennifer Aniston. A produção se trata de uma releitura da carreira de ninguém menos que o Judas Priest. O filme conta a história de Izzy (que na vida real seria Tim “Ripper” Owens), fã número um da banda Steel Dragon que se torna frontman do grupo após o vocalista original (na vida real, Rob Halford) ter sido demitido. Apesar de ser um filme querido por muitos, o Judas Priest não gostou nada da produção não deixar a banda ter opinião sobre o filme, e da sexualidade de Bobby Beers, interpretando Halford, ter sido representada de maneira indevida.

Tenacious D – Uma Dupla Infernal (2006)
A lenda da comédia Jack Black estrela o hilário filme que conta a história de seu personagem indo para Los Angeles formar a maior banda de rock de todos os tempos após ter uma visão que ninguém menos que Ronnie James Dio o aconselhou a fazer isso. Na cidade das estrelas, JB encontra KG (Kyle Gass), e juntos descobrem e buscam a Palheta do Destino, feita do dente do Diabo, interpretado por Dave Grohl, que faz com que qualquer banda chegue ao estrelato.

Lords of Chaos (2019)
O polêmico filme dirigido por Jonas Arkelund, músico e diretor de grandes clipes como “Ray Of Light”, de Madonna, conta a história da banda Mayhem, fundado em 1984 e expoente do black metal na Noruega. No entanto, a história da banda não se limita à sua influência na música, e sim nos macabros fatos que percorreram a carreira da banda, como que o guitarrista Euronymous distribuiu pedaços do crânio do vocalista Pelle “Dead” Ohlin para os outros membros da banda, além de ter tirado uma foto de seu corpo após suícidio, que virou capa do álbum Dawn of the Black Hearts. Esse filme definitivamente não é para Sessão da Tarde, e sim só pra quem tem estômago!

Deathgasm (2015)
Filme se trata de uma comédia/horror neozelandesa que tem como premissa a história de Brodie, um adolescente headbanger que vai morar com tios conservadores, após a mãe ser internada em um hospital psiquiatríco. Ao fazer novos amigos, Brodie e eles formam a banda Deathgasm, e após irem investigar sobre o desaparecimento do lendário músico Rikki Daggers, tentam tocar partituras encontradas em sua casa, com um só problema: quem ouve as músicas tocadas pelo Deathgasm se tornam em demônios assassinos.

Metalhead – Mudando o Destino (2013)
Filme de emocionante drama islandês conta a história de Hera Karlsdóttir, garota que encontra no metal uma forma de se curar da trágica morte de seu irmão Baldur, e dos desafios que passa durante a juventude e a fase adulta.

Heavy Trip (2018)
Divertido filme finlandês conta história da banda amadora de metal Impaled Rektum que, após ter conseguido entregar uma demo para um produtor de um prestígiado festival de heavy metal na Noruega, faz com que o vocalista Turo Moilanen minta para a garota que gosta, Miia, que a banda foi convidada para o festival. Conforme a mentira cresce, a banda decide que vai até o festival mesmo não sendo convidada, e tem como acompanhantes nada agradáveis a polícia.

Pop Redemption (2013)
Filme francês acompanha a viagem inusitada da banda Dead MaKabés, que viaja para o Hellfest Open Air para o último show de sua carreira, no entanto, acabam se envolvendo em um assassinato durante o percurso, e mudam sua rota para o All You Need Is Love, festival hippie perto do Hellfest. Algumas cenas da comédia foram gravadas na edição de 2012 do festival, ao tocarem após o show do Guns N’ Roses.

LEIA TAMBÉM: Quarentena Wikimetal: 11 documentários e filmes de música para assistir em casa

Categorias: Notícias