Por Leandro Abrantes e Luis Fernando Ribeiro

Mais de um ano depois do lançamento de seu álbum de estreia, Boiuna, a banda tocantinense Vocifer, deu vida no último dia 22 de abril – data que lembramos a chegada dos portugueses ao Brasil – ao videoclipe animado de “War of Vendetta”, uma das canções de seu primeiro disco.

Duramente impactada pela situação de quarentena imposta pela pandemia de consequências globais a qual estamos todos submetidos, a Vocifer viu seus planos e o sonho de estar na estrada serem todos colocados na gaveta ao terem que se recolherem às suas casas e recorrer ao isolamento social poucos dias após o show de lançamento de seu primeiro álbum. Passado o baque inicial, a banda voltou a produzir material, iniciando o processo de composição de um álbum novo e paralelamente trabalhando na ideia de um videoclipe para promover o álbum Boiuna e manter a proximidade com seu público.

A ideia amadureceu no decorrer de 2020 e o resultado ficou incrível. “War of Vendetta” é a música mais pesada da banda e sua escolha como música de trabalho mostrou-se bastante audaciosa, revelando uma banda com um desígnio artístico acima de questões comerciais e preocupada em transmitir verdade e propósito através de sua música. Através deste videoclipe animado a banda pode transmitir sua mensagem, sua verdade e resgatar a riquíssima cultura do nosso povo, por vezes tão subestimada e maltratada.

Sobre a temática da letra e do videoclipe, a banda destacou: “O 22 de abril de 1500 é marcado como o dia da chegada dos portugueses ao que hoje chamamos de Brasil. Para uns, uma descoberta, para outros uma invasão. Fato é que nesses 521 anos vários Brasis foram invadidos e reinvadidos, descobertos e redescobertos, uma história forjada em luta e sangue. O Brasil é o produto de sua autofagia”.

“War of Vendetta” já está disponível através do canal da banda no YouTube e o videoclipe, além de lindo, está cheio de referências que te farão assistir algumas vezes até conseguir identificar todas. Confira abaixo:

Tags:
Categorias: Notícias