O Testament foi formado em 1983, originalmente sob o nome de The Legacy, pelos guitarristas Eric Peterson e Derrick Ramires. A banda recrutou o baixista Greg Christian e o baterista Mike Ronchette e antes de lançar sua primeiro demo, já havia trocado de guitarrista; Ramires foi subsitituido por Alex Skolnick nas guitarras e por Steve ‘Zetro’ Souza nos vocais. Assim que a demo First Strike Is Deadly foi lançada em 1985 Ronchette foi substituido por Louie Clemente e Souza saiu para se juntar ao Exodus. O vocalista Chuck Billy entrou em seu lugar.

O primeiro álbum da banda, The Legacy, lançado em 1987 já sob o nome de Testament, rendeu a banda sucesso instantâneo na cena do metal na Califórnia. Logo após o trabalho de estreia o Testament já abria shows para o Anthrax em turnês mundiais. Os álbuns seguintes, The New Order (1988), Practice What You Preach (1989), Souls Of Black (1990) e The Ritual (1992), tiveram sucesso semelhante e contaram com a mesma formação, apesar das crescentes tensões entre os membros do grupo.

Durante a década de 90, o Testament passou por diversas mudanças de formação. Skolnick e Clemente deixaram a banda e se juntaram a outros projetos, sendo substituidos primeiramente por Glen Alvelais e Paul Bostaph e mais tarde por James Murphy e John Tempesta, que gravariam o álbum de 1994, Low, com a banda. O álbum marcou uma busca de um som ainda mais pesado, com influências de death metal e groove metal. Após a saída de Tempesta, Jon Dette passou pela banda, antes da entrada de Chris Kontos. Em 96, Kontos, Christian e Murphy deixaram a banda, restando apenas Chuck Billy e Eric Peterson. O álbum de 97, Demonic, contou com Derrick Ramires no baixo e Gene Hoglan na bateria. The Gathering, de 98, contou com James Murphy novamente nas guitarras, Steve DiGiorgio no baixo e Dave Lombardo na bateria.

Após o lançamento de The Gathering, o Testament passou por um hiato, devido parcialmente à complicações de saúde, uma vez que James Murphy foi diagnosticado com um tumor cerebral e Chuck Billy com câncer de testículo. Mesmo assim, em 2001 o Testament regravou e relançou o seu primeiro EP, agora batizado de First Strike Still Deadly. A partir de 2003, o Testament voltou a tocar ao vivo, com diferentes formações mas sempre contando com Billy e Peterson.

Em 2008, a banda lançou seu primeiro álbum com novas composições desde 98, The Formation of Damnation, com Chuck Billy, Eric Peterson, Alex Skolnick, Greg Christian e Paul Bostaph. Em 2011 Bostaph deixa a banda novamente, e Gene Hoglan entra em seu lugar. Em julho de 2012, o Testament lançou seu 10º álbum de estúdio, Dark Roots of Earth.

Em sua história, o Testament já vendeu mais de 1.4 milhões de álbuns somente nos Estados Unidos. A banda é reconhecida até hoje como uma das fundadoras do movimento thrash metal, e uma das bandas mais bem sucedidas de metal nos anos 80.

Confira tudo que já publicamos sobre o Testament aqui.

Tags:
Categorias: Everything