Pela primeira vez em 3 anos, Stevie Nicks comentou a saída de Lindsey Buckingham do Fleetwood Mac em 2018. Na época, o motivo foi apontado como “desentendimentos em relação à próxima turnê da banda”, mas Buckingham teria afirmado que ouviu de seu empresário que Stevie “nunca queria estar em um palco com ele de novo”.

Agora, em comunicado feito à Rolling Stone, Stevie Nicks contou sua própria versão da história e desmentiu as alegações de que Lindsey teria sido demitido, afirmando que, na verdade, ela mesma tinha se demitido, à princípio. Leia o depoimento completo (transcrição via NME):

“É uma pena que o Lindsey tenha escolhido contar uma história revisionista do que aconteceu em 2018 com o Fleetwood Mac. A versão dele é imprecisa com os fatos, e enquanto eu nunca falei publicamente sobre o assunto, preferindo não expôr a roupa suja, certamente parece que chegou a hora de jogar uma luz na verdade.”

“Depois de um tempo extremamente difícil com o Lindsey no MusiCares em Nova Iorque, em 2018, eu decidi por mim mesma que não queria mais trabalhar com ele. Eu poderia refletir publicamente sobre os vários motivos pra isso, e talvez eu faça isso um dia em um livro de memórias, mas basta dizer que poderíamos começar em 1968 e ir até 2018 com uma ladainha de razões muito precisas pelas quais eu não vou trabalhar com ele.”

“Para ser extremamente clara, eu não o demiti, não pedi para que ele fosse demitido, não exigi que ele fosse demitido. Honestamente, eu me demiti. Eu prontamente me retirei da banda e de uma situação que considero tóxica para o meu bem-estar. Eu não aguentava mais. Se a banda continuasse sem mim, então que fosse.”

“Eu tenho defendido a independência a minha vida inteira e eu acredito que cada ser humano deveria ter a liberdade absoluta de estabelecer os limites do que eles podem e não podem trabalhar com. Depois de várias discussões em grupo, o Fleetwood Mac, uma banda cujo legado é enraizado em mudança e evolução, encontrou um novo caminho para seguir em frente com dois novos membros imensamente talentosos.”

“Além disso, sobre o comentário que ele fez sobre ‘família’ – eu fiquei muito feliz pelo Lindsey quando ele teve filhos, mas eu não estava interessada em fazer as mesmas escolhas para a minha vida. Essas decisões são minhas e eu tenho o dinheiro de fazê-las por mim mesma. Tenho orgulho das decisões de vida que eu fiz e me parece uma vergonha que ele tente julgar qualquer um que escolhe viver a vida em seus próprios termos, mesmo que estes pareçam diferentes das escolhas que ele fez.”

LEIA TAMBÉM: Nergal, vocalista do Behemoth, vence processo de blasfêmia na Polônia

Categorias: Notícias