Durante uma recente entrevista com Zane Lowe, o baterista do Metallica Lars Ulrich voltou no tempo e relembrou do baixista Jason Newsted.

Jason se tornou integrante da banda em 1986, meses após a morte de Cliff Burton. Após 14 anos e cinco álbuns de estúdio, Newsted anunciou sua saída. Desde que saiu, Jason tem ouvido muitos comentários a respeito da situação e agora Lars, duas décadas depois, comentou o ocorrido.

“Se você pensar sobre isso, Jason é o único membro do Metallica que saiu por vontade própria, e isso por si só é uma estatística”, ele disse (via Blabblermouth). Lars contou que na época ele não tentou entender o lado de Jason, e o mesmo aconteceu com o vocalista James Hetfield. “”E então não estávamos preparados no momento para fazer um mergulho profundo no motivo pelo qual ele estava indo embora. E então, é claro, agora você pode ver 20 anos depois, faz todo o sentido”.

Na entrevista eles também conversaram sobre o processo de criação da banda e como a saída de Newsted o afetou: “Nós escrevemos as músicas; tomamos as decisões; fazemos tudo isso. Você não tem saída criativa nesta banda; você não tem voz criativa. E então quando você vai e faz algo que te dá satisfação e uma maneira de você se expressar para o resto do mundo, então ficamos chateados com você . E então esse ressentimento faz você deixar a banda (…), Mas não estávamos preparados para ver esse lado. Vinte anos depois, então agora faz todo o sentido”.

Ouça a entrevista na íntegra logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: Metallica: Kirk Hammett relembra ‘The Black Album’ e o que pensou do disco ao ouvi-lo pela primeira vez; assista aqui

Categorias: Notícias