Na última segunda- feira, 3, a banda Fozzy anunciou a saída do baterista e integrante fundador Frank Fontsere depois de mais de 20 anos de atuação.

Na ocasião, a banda alegou que Frank se despediu para focar na família e em outros projetos, o que foi confirmado pelo baterista nesta quinta-feira, 6, em publicação feita em suas redes sociais.

Em um longo texto, Fontsere admitiu que a decisão de deixar o Fozzy foi “muito dolorosa” e agradeceu ao apoio que recebeu nos últimos dias, mas também ofereceu uma justificativa completa para sua saída da banda.

“Como foi mencionado no post na segunda-feira, a razão pela qual preciso me afastar é que não quero mais passar tempo longe de casa. Sinceramente, viajar sempre foi meu aspecto menos favorito de estar em uma banda. Sair em turnê se torna cada vez mais difícil quando se tem uma esposa e um filho, especialmente um filho que acabou de fazer 7 anos e está crescendo e mudando diariamente.”

Frank Fontsere também disse que a dificuldade em conciliar a vida pessoal e profissional estaria “afetando” seu “amor por tocar bateria”, e que a atividade estava começando a parecer “mais com um emprego do que com uma paixão”, o que ele considera “letal” quando se está em uma banda. “Preciso de uma mudança”, escreveu.

Apesar das despedidas, Frank garante que esta não é a última vez que ouvimos falar dele. “Vocês não vão se livrar de mim tão fácil,” afirma. “Tenho vários planos para o futuro que incluem criar arte e fazer vídeos de bateria. De muitas formas, sinto que minha vida está só começando.”

LEIA TAMBÉM: Filha de Rayna Foss diz que a ex-baixista do Coal Chamber não está desaparecida

Tags:
Categorias: Notícias