Veja a declaração

O baixista do Megadeth David Ellefson falou em entrevista a uma rádio americana sobre como é a sensação de ter ganho um Grammy, após tantos anos tendo sido indicados. O músico foi questionado sobre se ele achava que iria ganhar:

“Você sempre vai achando que há uma chance. Acho que o fato de você ser convidado já é enorme, porque de todas as pessoas que lançaram músicas eles selecionam cinco ou seis artistas como convidados. Acho que a maior coisa é quando você está sentado lá e eles falam “E o Grammy vai para…”. Aquele momento, bem lá, é muito eufórico e você pensa ‘Ai meu Deus, eles realmente podem falar o nosso nome agora’. Nos últimos anos, dos quais eu fui em quatro até hoje, eles falaram “E o Grammy vai para… não você”. É um momento que você pensa “Caramba, tudo isso, vir aqui, a animação, os releases, a imprensa, a viagem, o terno, a limosine… Tudo vai embora naquele momento”. Este último foi bem melhor porque eles falaram “E o Grammy vai para ‘Dystopia’, Megadeth.”. Nós estamos nas nuvens com tudo isso”

Tags:
Categorias: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *