Burzum, Absurd, Aryan Blood e Legion of Doom são algumas das bandas que apareceram na lista de “organizações perigosas” do Facebook. A lista foi recentemente vazada junto a vários outros documentos da rede social. As informações são do The Intercept.

Segundo o site, com intuito de evitar acusações de colaborar com a propaganda terrorista, o Facebook impôs restrições para que usuários falem sobre grupos e pessoas que promovem violência. Em suas normas da comunidade há uma proibição de “organizações com um histórico de atividade terrorista ou criminosa violenta”, que faz parte de uma lista conhecida como DIO, ou IOP, em Português, uma lista de Indivíduos e Organizações Perigosas.

Na lista, que foi publicada pelo Intercept no último dia 12, estão alguns grupos terroristas e facções criminosas conhecidos mundialmente. As bandas citadas estão sob a categoria “ódio”. Veja aqui a lista completa.

O Burzum é a banda formada em 1991 por Varg Vikernes. Ele foi condenado a 21 anos de prisão em 1991 após assassinar Euronymous, membro fundador do Mayhem, porém recebeu condicional em 2009. Em 2014, já morando na França com sua esposa ele foi condenado por incitação à ódio racial após publicações em seu blog atacando muçulmanos e judeus, o que levou a uma multa de 8 mil euros e seis meses de liberdade condicional.

O Absurd é uma banda alemã de NSBM (Black Metal Nacional Socialista) fundada em 1992. Seus membros estrangularam e mataram um colega de escola, de 15 anos, em 1993. O grupo foi solto sob condicional em 1998 por serem menores de idade quando cometeram o crime. Em seguida, um de seus integrantes, Hendrik Möbus, fez uma saudação nazista em um show, o que o fez perder a liberdade condicional, fugir para os Estados Unidos e ser preso novamente.

LEIA TAMBÉM: Nergal, vocalista do Behemoth, vence processo de blasfêmia na Polônia

Categorias: Notícias