Vicky Cornell, viúva do falecido Chris Cornell, assinou nessa segunda, 9, documentos necessários para iniciar um processo contra o Soundgarden, banda que seu marido liderou até falecer em 2017.

Segundo o TMZ, o processo alega que a banda infringiu direitos de royalties: “[a banda] envergonhadamente conspirou para deter ilegalmente centenas de milhares de dólares que, sem dúvida, pertencem à viúva e filhos menores de Chris”.

O texto do processo explica que o grupo usou e concedeu acesso à materiais gravados por Cornell antes de falecer. “A autoria desses áudios era exclusivamente de Chris, contém os vocais dele, e eram um legado de seu Estado.”

Vicky foi ao Instagram comentar o assunto e lamentou o fato da situação ser “comum” entre viúvas de músicas e que se sente “brava, triste e traída” com o Soundgarden. Ela também explica que ofereceu o material ao grupo “desde que fossem lançados de maneira a respeitar o legado e desejos de seu ex-esposo,  assim como incluir o produtor de confiança dele,” mas disse que a banda recusou.

LEIA TAMBÉM: Viúva de Chris Cornell desmente filme sobre o músico; entenda

Categorias: Notícias