Vocalista dá declaração em entrevista

Em entrevista ao site The Skinny, o vocalista do Slayer Tom Araya explicou a saída de Dave Lombardo da banda, no início de 2013. Confira abaixo a declaração na íntegra:

“Vou esclarecer isso de uma vez. Há muito tempo, quase quinze anos atrás, nós estávamos procurando alguém para substituir Paul Bostaph – isso é o quanto tempo faz que começamos com Dave. O Paul tinha decidido seguir sem nós, mas ficou com a gente até que conseguissemos um substituto. Dave falou ‘posso ficar por uma turnê ou duas’ e nesse processo elaboramos um contrato com ele porque é isso que se deve fazer; ter certeza de que tudo está sendo cuidado, de que todos estão felizes. Nós elaboramos um acordo que durou um certo tempo e quando estávamos no processo de melhorar as coisas para o Dave, porque depois de tantos anos tocando com a gente pensamos ‘nós precisamos rever isso, precisamos achar um jeito de ser melhor par ao Dave’ pensamos em um acordo que tinha tudo que ele queria, e tinha duração de três anos. Após três anos terem passado ele ainda não havia assinado o contrato.

Nós tinhamos obrigações no momento, e quando você é dado um ultimato você tem que fazer algo, então nós decidimos seguir em frente e Dave ficou muito chateado. Nós falamos com ele que se ele assinasse o contrato nós poderíamos continuar juntos, mas ele tinha outros palnos então nós fizemos a ligação e falamos para rompermos, porque ele estava começando a nos colocar numa situação muito ruim. Nós arranjamos alguém para substituir e fomos tocar na Austrália, e o Dave começou a falar e contar uma história unilateral. Eu odeio falar mal dele, mas ele fez o que fez e nós tinhamos que seguir em frente. Ele começou a nos colocar como vilões e nós queríamos continuar nossa vida.”

O novo álbum do Slayer, “Repentless”, será lançado no dia 11 de Setembro. O álbum já está em pré-venda no iTunes e pode ser conferido aqui.

Ler todas as noticias do Wikimetal News

Categorias: Notícias