Uma ordem de restrição foi garantida a Tim Commerford

O baixista do Rage Against The Machine, Audioslave e Prophets of Rage, Tim Commerford, acusou a ex-mulher de “repetido abuso”. Uma ordem de restrição foi garantida um dia depois do divórcio do casal.

Tim preencheu o pedido de ordem de restrição para prevenção de violência doméstica na sexta, 30 de novembro. Segundo ele, Aleece Commerford apareceu “sem ser convidada ou anunciada” em uma casa em que o baixista estava. Ela teria usado um iPhone e os “punhos” para causar lesões no rosto e no corpo do músico.

Tim providenciou fotos com sangue como evidência das lesões. Uma delas pode ser vista abaixo.

Aleece deve permanecer a 100 jardas (aproximadamente 91 metros) longe de Tim e de qualquer local em que ele se hospede, toque ou ensaie com as bandas. Ela também está proibida de depreciar o ex-marido na frente das crianças ou de impedir visitas de Tim aos filhos.

Na sexta, Tim publicamente confirmou a separação com a esposa em declaração. “Depois de 17 anos de casamento com Aleece Dimas, eu tristemente anuncio nosso divórcio. A decisão foi tomada depois de muito pensar e considerar.”

Commeford e o Prophets of Rage estão preparando o lançamento do segundo álbum para 2019.

LEIA TAMBÉM: Prophets of Rage lança vídeo para “Who Owns Who”; assista aqui

Confira mais notícias sobre: