Novo álbum do Soilwork ainda não tem data de lançamento

O Soilwork está em estúdio com o produtor Thomas ‘Plec’ Johansson desde abril, gravando seu décimo primeiro álbum de estúdio. O disco será o primeiro com o baterista Bastian Thusgaard, que substituiu Dirk Verbeuren, que esteve na banda de 2004 a 2016, quando se juntou ao Megadeth.

A banda, que nunca tinha oficialmente anunciado a saída do baixista Markus Wibom, confirmou que o novo baixista é Taylor Nordberg, do The Absence. Nordberg acompanha a banda desde 2017, quando Markus Wibom teve que se distanciar devido a outros compromissos. Wibom entrou na banda em 2015, substituindo Ola Flink.

O vocalista Björn ‘Speed’ Strid falou sobre o novo álbum:

“Neste novo álbum, voltamos ao básico do heavy metal clássico, mas com um toque de nosso próprio legado, com melodias melancólicas em um ritmo às vezes furioso e grande diversidade. As pessoas vão reconhecer a vibração que tivemos nos últimos dois álbuns, mas sentimos que levamos o nosso som ainda mais longe, com mais energia, elementos mais escuros mas ainda assim, estranhamente revigorantes.

As sessões de gravação deste álbum foram diferentes de qualquer coisa que já fizemos antes. Todos estão muito envolvidos em todo o processo e nos permitimos experimentar mais e ter mais chances sonoramente. Nosso baterista Bastian Thusgaard, que não gravou com a gente anteriormente, trouxe outra dimensão ao nosso som, e ele fez o resto de nós intensificar o nosso jogo também. E trabalhar com o produtor Thomas Plec Johansson (The Panic Room) foi um verdadeiro prazer. Embora tenhamos passado por muita coisa nos últimos anos, nos sentimos mais como uma unidade do que há muito tempo.

Nós, como banda, estamos longe de explorar nossas habilidades criativas e musicais e queremos trazer de volta o Soilwork para as massas. Nossos fãs ao redor do mundo podem esperar que a promessa seja cumprida quando nosso ciclo de turnê começar na promoção de nosso próximo álbum”.

Confira mais notícias sobre: