Veja a declaração

Em entrevista à revista Mojo, o líder do Foo Fighters Dave Grohl falou sobre suas primeiras influências, e compartilhou histórias de quando começou a gostar de música pesada. Em seu depoimento, Grohl fala sobre o álbum de 1996 do Sepultura, Roots:

“Quando eu era jovem, meu melhor amigo se chamava Jimmy (…) Eu comprava meus discos do GBH e ele tinha encomendado um álbum do Metallica. Três semanas depois eu recebo uma ligação: “Cara, vem aqui agora!”. Ele tinha acabo de receber a fita cassete de ‘Kill ‘Em All’. E foi aí que eu e o Jimmy encontramos nosso som em comum. E um dia ele descobriu Sepultura. ‘Arise’ foi o primeiro que ele comprou. Eu amei. A primeira vez que eles tocaram em Seattle, eles eram ferozes. Não era aquela estética comum do Heavy Metal. Eram dreads em todo lugar e muita guitarra absurda”

Ele continua: “E então o Roots saiu, produzido por Ross Robinson e mixado por Andy Wallace. Sonoramente, o álbum mais poderoso que eu já tinha ouvido. Ele fez todo o resto parecer pum de pulga. Esse álbum se tornou o calibre para todos os álbuns do Foo Fighters, por dez anos. Era tipo ‘Esse álbum soa bem, mas vamos comparar com o álbum do Sepultura’. Nós nunca chegamos nem perto. Mas dava uma perspectiva, ‘pesado é isso’. ‘O que você está tocando? É bom, mas pesado é isto aqui'”

O novo álbum do Foo Fighters, Concrete And Gold, será lançado no dia 15 de Setembro. A banda já revelou três singles, “The Line”, “Run” e “The Sky Is A Neighborhood”.

Confira mais notícias sobre: