Veja o depoimento

Em entrevista ao site espanhol EMP Live, o ex-vocalista do Iron Maiden Blaze Bayley comentou o seu tempo na banda, falando sobre o apoio que recebeu de Steve Harris e Bruce Dickinson e as dificuldades de entrar em uma banda com uma base de fãs tão fiel:

“Meu estilo é muito diferente do Bruce, e quando o Iron Maiden me escolheu para substituí-lo eu fiquei muito surpreso, porque minha voz é muito diferente. Mas é o trabalho mais incrível. Como um vocalista de Metal, é talvez o trabalho mais díficil que tem, ser vocalista do Iron Maiden (…) E as pessoas não gostaram da mudança na época, agora eles voltam e ouvem de um jeito diferente, sem julgamentos, e talvez por isso agora eu esteja mais popular do que sempre fui desde a saída do Maiden”

Sobre a saída da banda, Bayley ainda diz que foi um período muito difícil em sua vida: “Foi uma época horrível, mas ainda é uma lembrança boa para mim. E Steve Harris sempre foi como um mentor para mim, ele me ensinou muito sobre composição. Então os valores e as coisas que ele me ensinou são coisas que eu uso até hoje (…) Bruce foi muito apoiador quando eu estava no Maiden e até depois. Quando ele tinha o seu programa de rádio ele sempre me ajudou e tocava minhas músicas”.

Confira mais notícias sobre: