Após um super show em Sofia (BUL), seguimos em direção à Bucareste, capital da Romênia. A expectativa por esta apresentação também era grande. Nossa última passagem, em 2009, durante a terceira edição do festival Rockin’ Transilvania Open Air, no Castelo de Bran, mundialmente famoso como o Castelo do Conde Drácula, foi algo muito marcante e especial, portanto, para esta data, estávamos realmente concentrados e prontos para quebrar tudo!

A viagem para Bucareste foi um tanto cansativa e com algumas pedrinhas no caminho. Tivemos algumas panes elétricas que impossibilitaram o uso do nosso querido GPS e recarregar nossos notebooks ficou suspenso por um tempo. Por sorte, encontramos um posto na estrada aberto às 3h da manhã para recorrer ao bom e velho mapa e somente na manha seguinte, quase na fronteira com a Romênia, conseguimos uma oficina a qual pode consertar o problema elétrico.

O fato curioso dos 350 Km de asfalto foi justamente na fronteira entre a Bulgária e a Romênia. Assim que apresentamos o passaporte à policia romena, eles estranharam a intenção de um monte de brasileiros querendo adentrar seu país por apenas um dia. A principio explicamos que estávamos em uma grande e importante excursão pela Europa e que agora este era o nosso destino. Porém, o mais engraçado, foi que por mais que evidenciamos de que se tratava de uma banda, os policiais nos perguntaram se portávamos armas pesadas! No final, deu tudo certo e seguimos em frente.

Devido as burocracias na fronteira, chegamos à Arenele Romane fora do horário estipulado pela produção. Porém, para a nossa surpresa, a montagem de palco e dos equipamentos também estava um tanto atrasada e pudemos almoçar sem pressa.

Novamente, tudo correu bem durante a passagem de som e estávamos prontos para mais uma grande apresentação. Assim que entramos em cena pudemos reconhecer alguns rostos na primeira fila, cantando as músicas com os punhos cerrados e isso é extremamente gratificante para nós. Mais uma vez, sabíamos que teríamos uma nova noite especial na Hellish Rock tour.

Os headbangers romenos novamente mostraram a sua paixão por Heavy Metal e não pararam de agitar um minuto sequer. A cada música executada recebíamos mais calor e carinho da galera que ao final da performance ficou gritando “Shadowside! Shadowside!”.

Esta foi a prova de que havíamos feito mais uma grande exibição e que havíamos cumprido com a nossa obrigação de entreter aquelas pessoas que se entregaram de corpo e alma à nossa música.

Próxima parada: Ljubljana, Eslovênia.

Confira aqui o diário de bordo completo do Shadowside na Europa!

Compre ingressos para o show do Shadowside e SupreMa, dia 26 de Maio no Via Marquês!

Categorias: Shadowside