Além de “adorar o demônio”, a banda foi acusada de “insultar o cristianismo”

Autoridades libanesas proibiram o Sepultura de se apresentar no país. A banda brasileira foi acusada de “insultar o cristianismo” e “adorar o demônio”.

A produtora Skull Session anunciou que os vistos da banda não foram concedidos. O show que aconteceria em Beirute no dia 28 de abril teve que ser cancelado,

“Basicamente, eles foram considerados adoradores do demônio e desrespeitosos com o cristianismo. Também falaram que a banda tocou em Israel”, disse a Skull Session. “Todas essas acusações são falsas, obviamente.”

Ainda que o Sepultura não tenha tocado em Israel, o clipe “Territory” foi gravado em Israel e na Palestina.

Viajantes com carimbos de Israel no passaporte não podem entrar no Líbano. Pessoas que já foram ao país podem ser presos pelas autoridades libanesas.

LEIA TAMBÉM: Andreas Kisser fala sobre os 35 anos de sepultura, o heavy metal atual e novo disco

Categorias: Notícias