O vocalista do Rotting Christ falou sobre liberdade de expressão

Sakis Tolis, vocalista da banda Rotting Christ, que enfrentou controvérsias por causa do nome, disse que o mundo sofre com problemas de liberdade de expressão. Que muitos países têm repreendido discursos.

“Na Inglaterra, você tem liberdade de expressão, mas, eu acho, que em outros países não”, disse. “É muito importante pra mim – liberdade de expressão. Pessoas não podem se expressar; Eles têm regras – diferentes países, diferentes culturas, têm regras. Nós, os metaleiros, devemos ser heréticos. Nós não vamos com a maré.”

Rotting Christ é uma das bandas de black metal mais velhas ainda em atividade. “Rotting Christ (Cristo apodrecendo) é um nome ofensivo para muita gente”, reconheceu. “Mas eu mantenho esse nome porque eu acho que todas as religiões estão apodrecendo. Há uma falta de liberdade. Eu tenho várias ideias que vieram da religião, mas eu não gosto quando se explora as crenças de alguém. Há milhares de pessoas – milhões – que estão prontas para mantar por causa das crenças de alguém.”

O novo álbum The Heretics será lançado em 15 de fevereiro.

LEIA TAMBÉM: Rotting Christ divulga nova música “Heaven and Hell and Fire”

Confira mais notícias sobre: