Roger Waters, assim como muitos de nós, está de quarentena há um bom tempo e tem usado a música para se ocupar. Recentemente, o músico divulgou um vídeo cantando duas raridades do The Wall, disco clássico do Pink Floyd.

“Vera” e “Bring the Boys Back Home” ganharam novas versões com Waters e seus músicos de quarentena, respeitando o distanciamento social. No vídeo, ele apresenta as releituras de forma mais íntima com a ajuda da banda Lucius no backing vocal.

A segunda faixa contou com uma adaptação direcionada ao presidente norte-americano Donald Trump. O título da música se traduz “traga os garotos de volta pra casa” e, olhando para a câmera, Roger disse: “traga os garotos de volta pra casa, em particular de Portland, seu cabeça dura de merda”, em referência à intervenção federal dos EUA que vem ocorrendo nos protestos na cidade do Oregon.

Em um comunicado divulgado à imprensa, ele aproveitou para explicar um pouco sobre a história por trás das canções: “A ‘Vera’ em questão é Vera Lynn. Ela era uma cantora, compositora inglesa, muito popular durante a Segunda Guerra Mundial. Seu maior hit foi ‘We’ll Meet Again’. Ela era muito conhecida como a Queridinha das ‘Forças’. A nossa Vera, que é muito carinhosamente lembrada no Reino Unido, morreu seis semanas atrás aos 103 anos. Então ela teve um baita período de sorte, que seja abençoada.”

Sobre “Bring the Boys Back Home” ele disse: “O meu pai nunca voltou pra casa, mas pelo menos em 1944 ele realmente estava lutando para defender sua casa. Não é como agora. Agora os garotos lutam e morrem em guerras coloniais para que algum babaca rico possa ficar mais rico. Se dependesse de mim, eu traria todos para casa amanhã.”

Assista a apresentação logo abaixo.

Categorias: Notícias